Pages

slow summer



Os dias têm sido lentos. Páro muitas vezes para me aperceber que estou de férias, para respirar mais devagar. Mimar o meu corpo com boa comida, manter o equilíbrio entre o que apetece e o que faz bem. Entrar no mar devagar, sentir a pele ressentir-se, mergulhar a cabeça no sal, deixar que as ondas levem tudo o que correu mal. Sentir-me leve, livre, quase selvagem, quase em casa. Encher a casa de música, reorientar a vida, fazer planos baixinho para ninguém estragar. Comer bolas de berlim ainda com o cabelo a pingar, passar da praia ao parque e correr com a minha patuda. Acender velas para o jantar, ver filmes no sofá até adormecer, esquecer a data de regresso. 





Aproveitar mais o aqui, o agora, viver o que temos neste exacto momento.


SHARE:

9 comentários

  1. Melhor praia dos arredores da capital ☼
    Boas férias ☺ beijinho

    ResponderEliminar
  2. O texto com as fotografias vai tão bem, tão sereno. Adoro a forma como enquadras tudo!

    Marli, do My Own Anatomy ♥

    ResponderEliminar
  3. A margem sul tem praias maravilhosas!

    ResponderEliminar
  4. Acho que o verão se presta muito a estas reflexões e um saber aproveitar o que de bom a vida nos oferece :)

    ResponderEliminar
  5. adorei as cadeiras em tom pastel!! e o facto de não se ver mais ninguém nesse espaço.

    ResponderEliminar
  6. Acho que me levaste para a praia com essas palavras e as fotografias lindas!

    ResponderEliminar
  7. Amei, super encantadora essa praia :)

    ResponderEliminar
  8. Que fotos tão bonitas! :) só tive uma semana de férias, que passou a voar. Senti muito pouco dessa lentidão que falas, de abrandar o ritmo. Acho que não chegou para tal. Agora quero mais ferias!

    ResponderEliminar

© O que vem à rede é peixe. All rights reserved.