Pages

Este calor ♥

Não consegueria viver sem mergulhar no mar, ou sem coca-cola. Não conseguiria viver sem os livros do José Luís Peixoto, sem morangos, sem máquina fotográfica. Ou mesmo sem massa, gelados ou ervilhas com ovos escalfados. Sem vestidos compridos, música, tanta música, demasiada música. Só consigo escrever com música. Sem bolas de berlim na praia, sem a natureza por perto. Não conseguiria viver sem as cervejas com os meus amigos, sem conversas com imensa história e já sem futuro. Não conseguiria viver sem filmes que me fazem chorar, sem cigarros nas noites de verão, sem Virginia Wolf, sem sentir tudo avassaladoramente. Chamem-me sentimentalista, emocional, mas tudo o que se passa cá dentro sai em cada letra que escrevo. Ou até sem viajar para longe, sem chinelos no pé, maquilhagem, não conseguiria viver sem andar de mãos dadas. Sem frio. É no outono e no inverno que o mundo é mais bonito, que a luz é mais brilhante, que o meu coração bate mais compassadamente. Mas não conseguiria mesmo viver sem este verão, este mar, esta costa, os cremes pré-solares e pós solares. Não conseguiria viver sem escrever sobre isso. E sem este calor que me tem aquecido os sonhos.


SHARE:

8 comentários

© O que vem à rede é peixe. All rights reserved.