Pages

today is gonna be the day



Estavas do outro lado da linha do comboio e a wonderwall dos Oasis tocava-me baixinho ao ouvido "cause maybe, you're gonna be the one that saves me". Tinha as mãos frias e o coração gelado por uma relação que me tinha deitado abaixo fazia um ano. Quando te olhei nos olhos e revi mentalmente o porquê de não darmos certo, fiquei sem palavras. Tinha os pensamentos vazios. Levaste-me pela mão para um dos muitos bancos de jardim e ofereceste-me um presente. A três mil quilómetros de distância do meu mundo e das pessoas que amava, só te tinha a ti. E à vida toda pela frente. Tirei-te uma fotografia a medo, só para mais tarde perceber que afinal tinha tentado dar uma oportunidade a alguma coisa em que já não acreditava. Ainda aqui está. E tu também. Porque os Oasis tinham razão. Desde que te conheceram na estação de Erlangen, há praticamente quatro anos. Há quatro anos, naquele dia gelado de primavera, no dia em que todas as más recordações que guardava no meu coração se calaram de vez, tu entraste pela minha porta. Pela minha vida dentro. E ficaste, no meu coração, nos meus dias e nos meus sonhos. Vou guardar esta imagem de ti para sempre, no primeiro dia em que me salvaste.
SHARE:

3 comentários

  1. Tu podias não acreditar no Amor naquele dia, mas o teu coração acreditava... Ele tinha razão. Tem sempre, nós é que nem sempre lhe damos ouvidos.

    ResponderEliminar

© O que vem à rede é peixe. All rights reserved.